Pesquisa personalizada

Pesquisar este blog

Mostrando postagens com marcador Lenovo anuncia smartbook com Snapdragon. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Lenovo anuncia smartbook com Snapdragon. Mostrar todas as postagens

10 de set de 2013

iPhone 5S? iOS 7

iPhone 5S? iOS 7 data de lançamento? iTV?O que esperar do evento da Apple (+ vídeo)

Apple conferência de imprensa terça-feira pode revelar a data de 7 iOS lançamento, iPhone projeto 5S, e talvez uma iTV.



A Apple está definida para o lançamento de novos produtos em uma conferência de imprensa na sua sede de Cupertino, Califórnia, 10 de setembro, e os rumores de ter colocado um "i" antes de quase tudo sob o sol.
O que é mais provável? Aqui está uma lista de previsões que vão desde "Tenho certeza de que" para "iDon't pensa assim."
iOS 7: Esta atualização de software já foi lançado emversão beta neste verão, por isso é seguro dizer que a Apple vai estrear o software em qualquer novos dispositivos que rola para fora e anunciar uma data de lançamento para todos os outros. A reformulação apresenta uma nova interface elegante, com uma fonte de inspiração retro, tons de aquarela suave e ícones lisos. Essas atualizações user-friendly também refletem um tom acalmado - primeiros revisores dizer que a multitarefa é mais fácil e é mais suave para alternar entre app

19 de jan de 2012

carro de praia mais caro do mundo

França lança o carro de praia mais caro do mundo


Para lidar com tal motor de alta qualidade e sistema operacional,este carro também está equipado com o top dos freios Brembo e um conjunto único de avançados sistemas de suspensão automotivos personalizados.O peso é relativamente leve,cerca de 650 kg,com seu motorzinho de 250 cavalos,pode chegar à 241 km tranquilamente.

 
O carro possui um motor Ferrari,na manopla de câmbio é usado um sistema BMW M3,com 6 marchas de velocidade.
Tem um sistema de gerenciamento do motor pode ser alterado por um monitor de computador de bordo.


O preço do brinquedo é de R$600.000 reais.
Seu fabricante,Raza Gonzalez,diz que o objetivo do Wazuma V8 é alcançar a população bilionária.

17 de nov de 2011

Acqua Appia

User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:

Você Sabia?

...Que o primeiro aqueduto de Roma foi construido no ano 312 a.C. e se chamava Acqua Appia?
Pois é... ele foi construído por ordem de um censor chamado Apius Claudius e tinha 16,5 km, dos quais a maior parte era subterrânea.
No período da Republica, foram construidos mais 3 aquedutos e posteriormente alguns outros.
Roma contava com sistema de abastecimento de agua e esgoto modernissimo para a época.
Interessante, não?

30 de nov de 2010

Sistema de Designação de Aeronaves Militares dos EUA

User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:
O Sistema de Designação de Aeronaves Militares dos EUA é o sistema de siglas, prefixos e números para identificar os diveros modelos de aeronaves em serviço nas Forças Armadas dos Estados Unidos da América. Cada modelo de aeronave é identificada por um código criado com base em determinadas características do aparelho, nomeadamente o tipo de missão, tipo de modificações sofridas e número de ordem do projecto.
Até 1962 os vários ramos das Forças Armadas dos EUA dispunham de vários sistemas de designações diferentes. Nesse ano, com base no sistema já em vigor na Força Aérea dos EUA, todos os restantes ramos (Marinha, Exército, Fuzileiros Navais e Guarda Costeira) adptaram um sistema comum unificado.
Devido  preponderância militar dos EUA o sistema de designação deste país é muitas vezes utilizado como padrão internacional, sobretudo ao nível da NATO.

COMPOSIÇÃO DO SISTEMA

Cada aeronave é identificada por um código que pode incluir as seguintes componentes:
a - Prefixo de Estatuto: indica o estatuto de aeronaves ainda não entradas ao serviço ou em serviço especial;
b - Missão Modificada: indica o tipo de missão para o qual uma aeronave, com diferente missão básica, foi modificada para desempenhar;
c - Missão Básica: indica a missão básica para a qual a aeronave foi projectada;
d - Tipo: indica um tipo especial de aeronave;
e - Número de Projecto: indica o número sequencial do projecto dentro da missão básica ou do tipo;
f - Série de Projecto: indica uma variante de um projecto.
Com excepção do Número de Projecto, todas as outras componentes do código da aeronave são identificadas por letras maiúsculas.
Todos os códigos identificativos de modelos de aeronaves incluem obrigatoriamente a componente “e” e, nos aviões convencionais, a componente “c”. No caso de tipos especiais de aeronaves, é obrigatória a componente “d”, podendo ser dispensada a “c”. As restantes componentes do código só são aplicadas caso seja necessário.
Um código com todas as componentes seria composto do seguinte modo: abcd-ef. Um exemplo hipotético seria:
* YWCH-77A - significando o Protótipo (Y) da variante A do 77º projecto de Helicóptero (H) de Transporte (C), modificado para o desempenho de missões de Reconhecimento Meteorológico (W).
Alguns exemplos de códigos realmente utilizados são:
* A-7P - significando a variante P do 7º projecto de avião convencional de Ataque (A);
* YF-17 - significando o Protótipo (Y) do 17º projecto de avião convencional de Caça (F);
* V-22 - significando o 22º projecto de avião de Descolagem e Aterragem Vertical (V);
* AH-64A - significando a variante A do 64º projecto de Helicóptero (H) de Ataque (A);
* HC-130E - significando a variante E do 130º projecto de avião convencional de Transporte (C), modificado para missões de Busca de Salvamento (H);
* GOA-37C - significando a variante C do 37º projecto de avião convencional de Ataque (A), modificado para missões de Observação (O), colocado em Serviço Permanente no Solo (G).
Prefixos de Estatuto
* G - serviço permanente no solo;
* J - teste especial temporário;
* N - teste especial permanente;
* X - experimental;
* Y - protótipo;
* Z - em planeamento;
Designadores de Missão Modificada
* A - ataque;
* C - transporte;
* D - director;
* E - instalação electrónica especial;
* F - caça;
* H - busca e salvamento;
* K - avião-tanque;
* L - operação em baixas temperaturas;
* M - transporte de mísseis e multifunção;
* O - observação;
* P - patrulha marítima;
* Q - drone (aeronave teleguiada);
* R - reconhecimento;
* S - anti-submarino;
* T - instrução;
* U - utilitário;
* V - serviço a altas entidades;
* W - reconhecimento meteorológico;
Designadores de Missão Básica
* A - ataque (caça-bombardeiro);
* B - bombardeiro;
* C - transporte;
* E - instalação electrónica especial;
* F - caça;
* L - laser;
* O - observação;
* P - patrulha marítima;
* R - reconhecimento;
* S - anti-submarino;
* T - instrução;
* U - utilitário (multiusos);
* X - pesquisa;
Designadores de Tipo
* G - planador;
* H - helicóptero;
* Q - veículo aéreo não-tripulado;
* S - nave espacial;
* V - avião de descolagem ou aterragem vertical ou curta;
* Z - aeróstato.

11 de nov de 2010

abaco a maquina de calcular mais antiga do mundo

User-agent: Mediapartners-Google* Disallow:
 
O futuro Ábaco.
O ábaco é um instrumento bem sucedido que, segundo os estudiosos, foi uma invenção dos chineses para facilitar os cálculos, pois com o passar do tempo foi surgindo a necessidade de fazer “contas” cada vez mais complexas, assim inventaram o ÁBACO, formado por fios paralelos e contas ou arruelas deslizantes, que de acordo com a sua posição, representa a quantidade a ser trabalhada, contém 2 conjuntos por fio, 5 contas no conjunto das unidades e 2 contas que representam 5 unidades.

Um exemplo de Ábaco.
O ábaco foi disseminando por toda a sociedade, com a mesma função, o que mudava era somente sua nomenclatura: O ábaco japonês é conhecido como SOROBAN, os russos chamam de TSCHOTY.
Uma pessoa que manuseava um ábaco com agilidade conseguia fazer uma multiplicação de 5 algarismos com a mesma rapidez que uma pessoa faz hoje utilizando uma calculadora digital.
Ainda hoje, depois de 3 mil anos da sua invenção, comerciantes de algumas regiões da Ásia utilizam ainda esse instrumento.
Observem nas figuras abaixo várias tipos de ábacos:

      

Como fazer os cálculos no ábaco?

O cálculo começa à esquerda, ou na coluna mais alta envolvida em seu cálculo, trabalha da esquerda para a direita. Assim, se tiver 548 e desejar somar com 637, primeiro colocará 548 na calculadora. Daí, adiciona 6 ao 5. Segue o padrão 6 = 10 – 4 por remover o 5 na vara das centenas e adicionar 1 na mesma vara (- 5 + 1 = - 4) daí, adicione uma das contas de milhares à vara da esquerda. Daí passa o três ao quatro, o sete ao oito, no ábaco aparecerá a resposta: 1.185.

Por operar assim, da esquerda para a direita, o cálculo pode ser iniciado assim que souber o primeiro dígito. Na aritmética mental ou escrita, o cálculo começa a partir das unidades ou do lado direito do problema.
Por Danielle de Miranda
Graduada em Matemática
Equipe Brasil Escola

13 de set de 2010

Como os peixes-elétricos geram eletricidade?

Qui, 10 de Junho de 2010 10:38
eletrico_topoPeixe-elétrico (como o poraquê do Brasil) é uma denominação comum dado às espécies de peixe, quer de água doce, quer de água salgada, de gêneros diversos, dotados de células especiais em região específica do corpo (parte médio-posterior, até a cauda), capazes de gerar diferenças de potencial elétrico e suscetíveis de, por associação em série, desenvolver capacidade de descarga externa total apreciável, a variar de poucas dezenas a muitas centenas de volts, em correntes também variáveis de fração de um a alguns ampères, ...


os valores destas correntes a dependerem da resistência elétrica do receptor (presa aquática ou ameaça potencial ou ser humano em encontro eventual).
As descargas produzidas prestam-se tanto à subsistência alimentar, sendo utilizadas para atordoar as presas das quais o animal se alimenta (geralmente peixes menores), quando à autodefesa do animal em razão de perigo iminente.
O peixe elétrico gera eletricidade através dos órgãos que se localizam ao longo de quase todo o corpo. Derivam de tecidos musculares, modificados que, em vez de contrair, como fazem os músculos, liberam energia para o meio ambiente.

Como os peixes-elétricos geram eletricidade?

A capacidade de certas espécies de peixes de produzir eletricidade eqüivale a um sexto sentido utilizado para capturar presas e também como defesa contra predadores. Entre esses peixes, destacam-se as arraias, torpedos, enguias e ainda o poraquê, encontrado na Amazônia. Os órgãos elétricos localizam-se ao longo de quase todo corpo e são capazes de gerar uma descarga de até 600 volts. Derivam de tecidos musculares modificados que, em vez de usar impulsos elétricos para se contrair como fazem os músculos comuns, liberam essa energia para o meio ambiente. Surge assim, à volta do peixe, um campo elétrico que, ao ser modificado pela presença de um corpo estranho, alerta o peixe e este emite uma descarga elétrica no intruso.

Como o peixe elétrico dá choque?

Não é lenda, como muitos pensam: alguns peixes têm sim a capacidade de dar choques, alguns com alta voltagem. Os peixes elétricos existem em todo o Brasil, mas aparecem mais na região norte, especialmente na Bacia Amazônica.
O oceanógrafo Ricardo Cardoso, do Aquário de São Paulo, explica que esses animais tiveram uma adaptação da musculatura lateral do corpo. Essa musculatura virou uma grande bateria, que armazena eletricidade.
Mas de onde vem essa eletricidade? "Todo movimento muscular se dá através de sinapses, impulsos elétricos aos músculos. Os peixes elétricos armazenam nos músculos laterais a corrente gerada por essas sinapses, em vez de consumi-la", diz Cardoso. E usam essa energia para reagir a ataques, se comunicar, disputar com outros peixes território ou acasalar.
"Quanto maior o animal, mais forte o choque", diz Cardoso. Alguns, como o puraquê amazônico, chegam a dar descargas de 600 volts. Um choque desses pode paralisar os movimentos e causar afogamento. Apesar disso, o oceanógrafo sabe apenas de um caso de morte por "ataque" de peixe elétrico: em um aquário, um desses animais pulou para fora do tanque e um funcionário agarrou-o para devolvê-lo à água. Com o susto, o peixe liberou a descarga - mas como o homem tinha um marcapasso, o choque terminou por causar um ataque cardíaco.


Três peixes elétricos


Na luta pela sobrevivência, a natureza dotou os animais com armas e defesas, possibilitando assim, o equilíbrio necessário para a manutenção da vida na Terra.
São venenos, ferrões, camuflagens, mimetismo, substâncias químicas e até mesmo armas sônicas, tudo para garantir que o ciclo de reprodução de cada espécie se complete. Neste ambiente, gerar energia elétrica suficiente para atordoar e até mesmo matar presas e predadores, pode ser uma arma muito útil.
Mais uma vez, a evolução nos mostra toda sua engenhosidade dotando algumas espécies de peixes com órgãos elétricos capazes de gerar eletricidade que pode alcançar algumas centenas de volts.
A seguir, três peixes elétricos que podem proporcionar encontros “eletrizantes” a mergulhadores ou pescadores desavisados.

eletrico_poraque
Poraquê (Enguia elétrica)


Capaz de gerar poderosas descargas elétricas, o poraquê , vive nas bacias do rio Amazonas e Orinoco e é o predador principal de seu ecossistema.
Seus órgãos elétricos ocupam 4/5 de seu corpo e os órgãos vitais ficam na parte da frente, no pequeno espaço restante. O peixe pode alcançar até 2 metros de comprimento e pesar até 20 quilos.
O poraquê é capaz de produzir choques de até 500 volts e 1 ampére de corrente, uma descarga mortal para um humano adulto.
Apesar de também ser conhecido como enguia elétrica, o poraquê não tem relação alguma com as enguias.

eletrico_bagre
Bagre elétrico


Os bagres elétricos podem gerar choques de até 350 volts e são encontrados na parte tropical da África e no rio Nilo. São peixes carnívoros de hábitos noturnos que alimentam-se de outros peixes debilitando-os com sua descargas elétricas.
A variedade do Nilo é conhecida desde o Egito antigo quando foi descrito em pinturas e suas propriedades elétricas foram registradas por um físico árabe do século XII que batiziou-o com o sugestivo nome de Raad ou Raash, que significa trovão.

eletrico_raia
Raia elétrica


A s raias elétricas pertencem a um grupo de 69 espécies de raias capazes de produzir descargas elétricas que variam dos 8 aos 220 volts dependendo da espécie.
Mergulhadores são advertidos para evitar contato com esta raia, pois um choque de 45 volts ou mais é suficiente para desmaiar um adulto. Apesar de não existirem mortalidades registradas, acredita-se que alguns acidentes fatais com mergulhadores que não conseguiram ser explicados, tiveram a participação desta raia em algum momento.
Suas propriedades elétricas são conhecidas desde a antiguidade. Os antigos gregos e romanos usavam as descargas elétricas para inibir as dores do parto e no tratamento de gota e dores de cabeça.


Peixe-elétrico mata adolescente de 17 anos no Pará


04/09/2007 - Estudante pescava em um igarapé quando recebeu a descarga elétrica. Depois do choque, ele caiu na água e morreu afogado em Eldorado do Carajás. O Instituto de Medicina Legal (IML) de Marabá confirmou, nesta terça-feira (4), a causa da morte do estudante Fernando Pereira do Nascimento, de 17 anos.
Ele recebeu uma descarga elétrica de um poraquê, conhecido como peixe-elétrico. O rapaz pescava em um igarapé, em Eldorado do Carajás (PA), no domingo (2).
Quando sofreu a descarga elétrica, Nascimento caiu na água e morreu afogado. O peixe tinha cerca de 1,5 metro de comprimento e foi morto a tiros por outros pescadores.
Segundo informações do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a descarga elétrica emitida pelo poraquê pode chegar a 600 volts

Peixe elétrico com dois metros é capturado no Amazonas
 

25/05/2010 - Um pescador do município de São Gabriel da Cachoeira, a 858 quilômetros da capital, capturou um poraquê com aproximadamente dois metros de comprimento. O peixe elétrico foi encontrado em um igarapé, na comunidade Aparecida, na margem esquerda do alto rio Negro.

eletrico_2metros

Moradores afirmam que existem outros peixes elétricos ainda maiores na região. Um poraquê de 90 cm pode produzir uma descarga de, aproximadamente, 350 volts. Quando está em perigo, a voltagem pode subir para 600 volts.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Peixe-el%C3%A9trico
            http://super.abril.com.br/superarquivo/1988/conteudo_111404.shtml
            http://noticias.terra.com.br/educacao/vocesabia/interna/0,,OI3329461-EI8410,00.html
            http://bocaberta.org/2009/02/peixes-eletricos.html
            Portal Amazônia, com informações da TV Amazonas
            Portal G1

8 de set de 2010

simulador de voo FlightGear gratis

FlightGear é um simulador de voo gratuito, de código aberto e multiplataforma.

Veja o web site do simulador de voo FlightGear em: [Inglês] [Francês] [Japonês] [Espanhol] [Polonês] [Português]
Novo no simulador de voo FlightGear? Veja o nosso Wiki e o FAQ em português!

fgfs-screen-015b.jpgfgfs-screen-002b.jpgfgfs-screen-002.jpg
O simulador de voo FlightGear v2.0.0 já está disponível!
Confira a galeria de imagens e faça o download aqui do simulador de voo FlightGear v2.0.0: [Link 1] [Link 2] [Link 3]

7 de set de 2010

prédios à prova de terremotos

prédios à prova de terremotos
O Japão, que constantemente é atingido por terremotos, foi o precursor desse tipo de construção.

O sistema consiste em colocar molas no meio da fundação dos edifícios.

Assim, o prédio balança por igual durante os tremores.

É esta oscilação uniforme que impede o edifício de cair.

Nos Estados Unidos, a técnica é intercalar camadas de borracha natural e chapas de aço na construção.

6 de set de 2010

partes inuteis do corpo humano

partes inuteis do corpo humano

Desde a época de Darwin, a humanidade tem conhecimento da teoria da evolução. As espécies vivem e, ou adaptam-se ao meio, ou são extintas. Assim, muitos dos animais que existiam anteriormente já não existem mais como os mamutes e os trilobitas.
Sabemos que tais animais já existiram porque deixaram fósseis que mais tarde foram descobertos pelos cientistas. Ossos e carcaças fossilizados ajudam o homem a montar o grande quebra-cabeça da história da vida na Terra.
Mas a evolução deixa outros vestígios durante seu curso. Alguns destes vestígios são os órgãos sem uso que alguns animais têm, inclusive o ser humano. É disso que esta lista se trata: órgãos humanos que já não têm função no corpo.

5. Dedos do Pé

Quando se vive em árvores, dedos nos pés servem para ajudar a locomoção, pois é mais fácil usar quatro (e às vezes, como veremos abaixo) membros para se locomover do que apenas dois. Mas dado que os pés dos humanos são utilizados apenas para dar sustentação a nosso corpo bípede, não faz sentido termos dedos nas pontas dos pés. A serventia deles, para nós, já acabou faz tempo.

4. Cóccix

O cóccix, aquele ossinho do final da coluna vertebral, nada mais é do que uma cauda residual. Nossos antepassados, ao viverem em árvores, provavelmente necessitavam de uma causa para poder ter equilíbrio e comunicação entre seus pares (cães abanam o rabo quando estão felizes, lembram?). Quando os primatas dos quais evoluímos ficaram bípedes, o velho rabo foi se tornando cada vez mais inútil, até que encolheu e ficou como está hoje. Há casos de anomalias em que pessoas nascem com cauda, mas isto é muito raro. 
3. Dentes do siso

Muitas pessoas arrancam seus dentes do siso (ou juízo) ao chegar na idade adulta. São quatro dentes inúteis, mas que ainda insistem em nascer. São duas as explicações para que eles, apesar de algumas vezes doerem tanto, existam em nossas bocas. A primeira se deve ao fato da mandíbula humana ter se tornado menos que a de seus ancestrais. Apesar do tamanho inferior, os dentes de siso continuam lá, tentando crescer em um espaço que já não os acomoda confortavelmente. A segunda tem a ver com higiene. Como era comum há anos atrás, um homem com 18 anos já tinha perdido a maior parte de seus dentes. Assim, os dentes de siso cumpriam um importante papel na mastigação.

2. Mamilos masculinos

Um desavisado que estude teoria da evolução pode se perguntar: dado que o homem tem mamilos, isto quer dizer que ele evoluiu da mulher? Não, isto não é verdade. Homens e mulheres têm mamilos porque, nos primeiros estágios embrionários, todos são fetos assexuados. Só em um estado mais avançado é que a testosterona vai fazer a diferenciação sexual. Além disso, mamilos masculinos são residuais: eles podem ter um pequeno papel nas relações sexuais e um pequeno número pode chegar a lactar.

1. Apêndice

Nos mamíferos herbívoros, o apêndice é um órgão grande que serve para ajudar na digestão de grandes quantidades de alimento. Nos humanos, ele não tem nenhuma função digestiva. Biólogos acreditam que o apêndice era importante para algum ancestral humano cuja dieta se baseava em plantas. Atualmente, ele só serve para inflamar e ser operado.

2 de set de 2010

bafômetro

Como sabemos, o álcool provoca grandes efeitos sobre o organismo humano. Sua ação depressiva sobre o cérebro e sistema nervoso diminui a capacidade mental e física dos indivíduos, tornando impossível a realização de tarefas mais complexas, como dirigir, por exemplo. Segundo a Associação Médica Americana, uma pessoa pode se tornar incapacitada de pegar no volante quando o nível de álcool em seu corpo atingir 0,05 gramas/litro.

A partir desta conclusão, surgiu a necessidade de medição da quantidade de álcool presente no organismo dos motoristas. Mas como? Colher amostras de sangue e enviar para análise em laboratório seria algo nem um pouco prático. Tudo se resolveu em 1954, quando Dr. Robert Borkenstein, da polícia do estado de Indiana, EUA, inventou o bafômetro, um aparelho que permite checar os níveis de álcool por meio da análise do ar exalado pelos pulmões.

O aparelho é composto por um tubo transparente, um bocal e uma bolsa plástica inflável. Para usar o bafômetro, se deve assoprar o bocal. Quando uma pessoa ingere uma bebida alcoólica, o álcool é absorvido pela sua boca, garganta, estômago e intestinos, chegando à corrente sangüínea. Quando o sangue passa pelos pulmões, atravessa as membranas dos alvéolos pulmonares até o ar. Desta forma, é possível medir os níveis de álcool do organismo de um indivíduo por meio da análise de seu hálito.

O ar expelido entra em contato com uma mistura de ácido sulfúrico, dicromato de potássio, nitrato de prata e água, fazendo-a mudar de cor, de amarelo para verde. É a partir desta mudança de coloração que se pode estimar os níveis de álcool presentes no sangue e o estado de embriaguez de um indivíduo.

23 de ago de 2010

dinos e humanos juntos.

dinos e humanos juntos.

A primeira parte do video pareceu normal, mas no final mostra esferas de metal aparentemente manufaturadas quando ainda nem existia vida inteligente. digo, aqui na terra. serah?

http://www.youtube.com/watch?v=oK0hO233uMY&feature=related

10 de ago de 2010

Japoneses e loiros serão extintos em menos de 200 anos!

Japoneses e loiros serão extintos em menos de 200 anos!
Segundo os cientistas, ambos estarão extintos até 2202. E os culpados somos nós mesmos.

Segundo estudos,as pessoas naturalmente louras vão desaparecer em menos de duzentos anos.Os estudos feitos na Alemanha dizem que o último humano louro nascerá na Finlândia (país que têm mais louros do mundo).

Os estudos revelam que não existem pessoas suficientes com o gene que produz a característica para continuar mantendo os louros no mundo.

A culpa, acreditam, é das falsas louras,que são mais atraentes do que as "originais".

Já os Japoneses...

Se a taxa de natalidade continuar caindo,os Japoneses serão extintos.

O motivo da preocupação é queo índice de fertilidade é de 1,35 filho por mulher. Se continuar neste rítmo,a população asiática cairá pela metade até 2100

2 de ago de 2010

drogas NÂO

Intitulamos “droga” qualquer substância e/ou ingrediente utilizado em laboratórios, farmácias, tinturarias, etc., desde um pequeno comprimido para aliviar uma dor de cabeça ou até mesmo uma inflamação, é uma droga. Contudo, o termo é comumente empregado a produtos alucinógenos ou qualquer outra substância tóxica que leva à dependência como o cigarro, e o álcool, que por sua vez têm sido sinônimo de entorpecente.

As drogas psicoativas são substâncias naturais ou sintéticas que ao serem penetradas no organismo humano, independente da forma (ingerida, injetada, inalada ou absorvida pela pele), entram na corrente sanguínea e atingem o cérebro alterando todo seu equilíbrio, podendo levar o usuário a reações agressivas.

Oque leva a uma pessoa usar drogas?

Pesquisas recentes apontam que os principais motivos que levam um indivíduo a utilizar drogas são: curiosidade, influência de amigos (mais comum), vontade, desejo de fuga (principalmente de problemas familiares), coragem (para tomar uma atitude que sem o uso de tais substâncias não tomaria), dificuldade em enfrentar e/ou agüentar situações difíceis, hábito, dependência (comum), rituais, busca por sensações de prazer, tornar (-se) calmo, servir de estimulantes, facilidades de acesso e obtenção e etc.

Tipos de Drogas:

As drogas são classificadas de acordo com a ação que exercem sobre o sistema nervoso central. Elas podem ser depressoras, estimulantes, perturbadoras ou, ainda, combinar mais de um efeito.

Depressoras - Substâncias que diminuem a atividade cerebral, deixando os estímulos nervosos mais lentos. Fazem parte desse grupo o álcool, os tranqüilizantes, o ópio (extraído da planta Papoula somniferum) e seus derivados, como a morfina e a heroína.

Estimulantes - Aumentam a atividade cerebral, deixando os estímulos nervosos mais rápidos. Excitam especialmente as áreas sensorial e motora. Nesse grupo estão as anfetaminas, a cocaína (produzida das folhas da planta da coca, Erytroxylum coca) e seus derivados, como o crack.

Perturbadoras - São substâncias que fazem o cérebro funcionar de uma maneira diferente, muitas vezes com efeito alucinógeno. Não alteram a velocidade dos estímulos cerebrais, mas causam perturbações na mente do usuário. Incluem a maconha, o haxixe (produzidos da planta Cannabis sativa), os solventes orgânicos (como a cola de sapateiro) e o LSD (ácido lisérgico).

Drogas com efeito misto - Combinam dois ou mais efeitos. A droga mais conhecida desse grupo é o ecstasy, metileno dioxi-metanfetamina (MDMA), que produz uma sensação ao mesmo tempo estimulante e alucinógena.
Drogas e doenças infecciosas - O uso comum de seringas para a injeção de drogas é um dos principais meios de transmissão do HIV e do vírus da hepatite B e C. Muitos países vêm implantando programas de troca ou distribuição de seringas e agulhas para o controle de epidemias. No entanto, esses programas são objeto de crítica dos que acreditam que eles incentivam o uso de drogas.

Principais Drogas:



•Cocaína:A cocaína é uma droga psicoativa que estimula e vicia, promovendo alterações cerebrais bastante significativas. A mesma é extraída da folha da coca, e se consumida por muito tempo, ocasiona danos cerebrais e diversos outros problemas de saúde.

A droga é originária da planta Erythroxylon coca, nativa da Bolívia e do Peru. A mesma pode ser utilizada via intranasal, intravenosa e pulmonar, também podendo, em casos mais raros, ser usada via oral.

Devido aos efeitos de euforia e prazer que a cocaína proporciona, as pessoas são seduzidas a utilizá-la para vivenciar sensações de poder, entretanto tais efeitos têm pouca duração. Logo o indivíduo entra em contato com a realidade, aspecto que desperta uma grande ansiedade em poder utilizá-la novamente.

Aceleração ou diminuição do ritmo cardíaco, dilatação da pupila, elevação ou diminuição da pressão sanguínea, calafrios, náuseas, vômitos, perda de peso e apetite são alguns dos efeitos biológicos da cocaína.
Crack - O crack deriva da planta de coca, é resultante da mistura de cocaína, bicarbonato de sódio ou amônia e água destilada, resultando em grãos que são fumados em cachimbos.

O surgimento do crack se deu no início da década de 80, o que possibilitou seu fumo foi a criação da base de coca batizada como livre.

O consumo do crack é maior que o da cocaína, pois é mais barato e seus efeitos duram menos. Por ser estimulante, ocasiona dependência física e, posteriormente, a morte por sua terrível ação sobre o sistema nervoso central e cardíaco.

Devido à sua ação sobre o sistema nervoso central, o crack gera aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação das pupilas, suor intenso, tremores, excitação, maior aptidão física e mental. Os efeitos psicológicos são euforia, sensação de poder e aumento da auto-estima.

A dependência se constitui em pouco tempo no organismo. Se inalado junto com o álcool, o crack aumenta o ritmo cardíaco e a pressão arterial o que pode levar a resultados letais.

Ecstasy - O ecstasy é uma substância psicoativa designada como 3,4 metilenodioximetanfetamina. Foi sintetizada pela empresa Merck em 1914, e é chamada droga de recreio ou de desenho, pois possui ação estimulante e alucinógena.

É consumido injetado, inalado, e por via oral. Apresenta-se em forma de pastilhas, comprimidos, barras, cápsulas ou pó.

O ecstasy, a nível cerebral, age aumentando a produção e a diminuição da reabsorção da serotonina, dopamina e noradrenalina. Seus efeitos surgem após vinte e setenta minutos, atingindo estabilidade em duas horas, pode agrupar efeitos da cannabis, das anfetaminas e do álcool.

Os efeitos físicos são taquicardia, aumento da pressão sanguínea, secura da boca, diminuição do apetite, dilatação das pupilas, dificuldade em caminhar, reflexos exaltados, vontade de urinar, tremores, transpiração, câimbras ou dores musculares.

Quanto aos efeitos psíquicos, o ecstasy ocasiona sensação de intimidade e de proximidade com outras pessoas, aumento da comunicação, da sensualidade, euforia, despreocupação, autoconfiança e perda da noção de espaço.

Em longo prazo podem ocorrer alguns efeitos tais como lesões celulares irreversíveis, depressão, paranóia, alucinação, despersonalização, ataques de pânico, perda do autocontrole, impulsividade, dificuldade de memória e de tomar decisões.

LSD - O LSD, acrônimo de dietilamida ácido lisérgico, produz grandes alterações no cérebro, atuando diretamente sobre o sistema nervoso e provocando fenômenos psíquicos, como alucinações, delírios e ilusões. É uma substância sintética, produzida em laboratório, que adquiriu popularidade na década de 60, quando não era vista como algo prejudicial à saúde.

Pode ser consumida por via oral, injeção ou inalação, e se apresenta em forma de barras, cápsulas, tiras de gelatina e líquida; seus efeitos duram de oito a doze horas.

Os efeitos físicos dessa droga são: dilatação das pupilas, sudorese, aumento da freqüência cardíaca e da pressão arterial, aumento da temperatura, náuseas, vômitos. Os sintomas psíquicos são alucinações auditivas e visuais, sensibilidade sensorial, confusão, pensamento desordenado, perda do controle emocional, euforia alternada com angústia, dificuldade de concentração.

É importante destacar que os efeitos do LSD dependem do ambiente, da qualidade da droga e da personalidade da pessoa.

O LSD é mais usado por adolescentes e jovens, com o intuito de ter visões e sensações novas e coloridas, pois as formas, cheiros, cores e situações se modificam, levando a pessoa a criar ilusões e delírios, como por exemplo, paredes que escorregam, mania de grandeza e perseguição. Pode ocorrer também um “flashback”, fenômeno onde são sentidos os efeitos da droga após um período de semanas ou meses sem usá-la.

O LSD é conhecido também com outros nomes como doce, ácido, gota, papel, microponto.

E a mais conhecida...



Maconha - Em 1735, o botânico Carl Lineu nomeou a Maconha como Cannabis sativa. A mesma foi chamada de Cannabis indica, pelo biólogo francês, Jean Baptiste Lamarck.
Assim como outras plantas, a maconha possui dois gêneros: macho e fêmea. Em um mesmo pé pode ter ambas as estruturas sexuais. É a flor do macho que produz o pólen que fecunda a fêmea, quando a flor da fêmea é fecundada ela se enche de sementes e depois morre.

Quando não ocorre fecundação da fêmea, essa excreta uma grande quantidade de resina pegajosa composta por dezenas de substâncias diferentes. Dentre as várias substâncias, existe a THC (delta-9-tetrahidrocanabinol) que serve de filtro solar para a planta, pois essa é de clima desértico. Apesar do THC estar presente em toda a planta é na flor da fêmea que se encontra a maior concentração da substância. A real droga da maconha é essa flor.

O THC tem uma propriedade bem curiosa, gruda em algumas moléculas das paredes dos neurônios de animais, até mesmo do homem, tais moléculas são conhecidas como receptores de canabinóides, quando ocorre a ligação o receptor opera sutis mudanças químicas dentro da célula, mas não se sabe dizer ao certo quais são elas. Em 1992, o pesquisador israelense Ralph Mechoulam descobriu o motivo pelo qual temos tal receptor. O receptor serve para ligar-se à outra molécula, a mesma fabricada pelo próprio cérebro, muito semelhante ao THC. A molécula foi batizada por Rauph de anandamida (ananda, em sânscrito, significa “felicidade”). Enfim, o cérebro produz uma substância com efeitos parecidos com os do THC, em doses bem menores.
Não se sabe qual a finalidade da anandamida no cérebro, mas está relacionada ao controle da dor. Pelo fato de haver receptores de canabinóides em células fora do cérebro, leva a pensar que a anandamida desempenha um papel mais abrangente do que parece.

Aviso:

Usar Drogas é proibido no Brasil!
Além de se auto-prejudicar, você prejudica os outros também! Porque quando você compra drogas, você ajuda o crime no Brasil!
Então pense bem nisso!

NÚMEROS

HISTÓRIA DOS NÚMEROS

A noção de número e suas extraordinárias generalizações estão intimamente ligadas à história da humanidade. E a própria vida está impregnada de matemática: grande parte das comparações que o homem formula, assim como gestos e atitudes cotidianas, aludem conscientemente ou não a juízos aritméticos e propriedades geométricas. Sem esquecer que a ciência, a indústria e o comércio nos colocam em permanente contato com o amplo mundo da matemática.

A LINGUAGEM DOS NÚMEROS

Em todas as épocas da evolução humana, mesmo nas mais atrasadas, encontra-se no homem o sentido do número. Esta faculdade lhe permite reconhecer que algo muda em uma pequena coleção (por exemplo, seus filhos, ou suas ovelhas) quando, sem seu conhecimento direto, um objeto tenha sido retirado ou acrescentado.
O sentido do número, em sua significação primitiva e no seu papel intuitivo, não se confunde com a capacidade de contar, que exige um fenômeno mental mais complicado. Se contar é um atributo exclusivamente humano, algumas espécies de animais parecem possuir um sentido rudimentar do número. Assim opinam, pelo menos, observadores competentes dos costumes dos animais. Muitos pássaros têm o sentido do número. Se um ninho contém quatro ovos, pode-se tirar um sem que nada ocorra, mas o pássaro provavelmente abandonará o ninho se faltarem dois ovos. De alguma forma inexplicável, ele pode distinguir dois de três.

O corvo assassinado

Um senhor feudal estava decidido a matar um corvo que tinha feito ninho na torre de seu castelo. Repetidas vezes tentou surpreender o pássaro, mas em vão: quando o homem se aproximava, o corvo voava de seu ninho, colocava-se vigilante no alto de uma árvore próxima, e só voltava à torre quando já vazia. Um dia, o senhor recorreu a um truque: dois homens entraram na torre, um ficou lá dentro e o outro saiu e se foi. O pássaro não se deixou enganar e, para voltar, esperou que o segundo homem tivesse saído. O estratagema foi repetido nos dias seguintes com dois, três e quatro homens, sempre sem êxito. Finalmente, cinco homens entraram na torre e depois saíram quatro, um atrás do outro, enquanto o quinto aprontava o trabuco à espera do corvo. Então o pássaro perdeu a conta e a vida.
As espécies zoológicas com sentido do número são muito poucas (nem mesmo incluem os monos e outros mamíferos). E a percepção de quantidade numérica nos animais é de tão limitado alcance que se pode desprezá-la. Contudo, também no homem isso é verdade. Na prática, quando o homem civilizado precisa distinguir um número ao qual não está habituado, usa conscientemente ou não - para ajudar seu sentido do número - artifícios tais como a comparação, o agrupamento ou a ação de contar. Essa última, especialmente, se tornou parte tão integrante de nossa estrutura mental que os testes sobre nossa percepção numérica direta resultaram decepcionantes. Essas provas concluem que o sentido visual direto do número possuído pelo homem civilizado raras vezes ultrapassa o número quatro, e que o sentido tátil é ainda mais limitado.

Limitações vêm de longe

Os estudos sobre os povos primitivos fornecem uma notável comprovação desses resultados. Os selvagens que não alcançaram ainda o grau de evolução suficiente para contar com os dedos estão quase completamente disprovidos de toda noção de número. Os habitantes da selva da África do Sul não possuem outras palavras numéricas além de um, dois e muitos, e ainda essas palavras estão desvinculadas que se pode duvidar que os indígenas lhes atribuam um sentido bem claro.
Realmente não há razões para crer que nossos remotos antepassados estivessem mais bem equipados, já que todas as linguagens européias apresentam traços destas antigas limitações: a palavra inglesa thrice, do mesmo modo que a palavra latina ter, possui dois sentidos: "três vezes" e "muito". Há evidente conexão entre as palavras latinas tres (três) e trans (mais além). O mesmo acontece no francês: trois (três) e très (muito).
Como nasceu o conceito de número? Da experiência? Ou, ao contrário, a experiência serviu simplesmente para tornar explícito o que já existia em estado latente na mente do homem primitivo? Eis aqui um tema apaixonante para discussão filosófica.
Julgando o desenvolvimento dos nossos ancestrais pelo estado mental das tribos selvagens atuais, é impossível deixar de concluir que sua iniciação matemática foi extremamente modesta. Um sentido rudimentar de número, de alcance não maior que o de certos pássaros, foi o núcleo do qual nasceu nossa concepção de número. Reduzido à percepção direta do número, o homem não teria avançado mais que o corvo assassinado pelo senhor feudal. Todavia, através de uma série de circunstâncias, o homem aprendeu a completar sua percepção limitada de número com um artifício que estava destinado a exercer influência extraordinária em sua vida futura. Esse artifício é a operação de contar, e é a ele que devemos o progresso da humanidade.

O número sem contagem

Apesar disso, ainda que pareça estranho, é possível chegar a uma idéia clara e lógica de número sem recorrer a contagem. Entrando numa sala de cinema, temos diante de nós dois conjuntos: o das poltronas da sala e o dos espectadores. Sem contar, podemos assegurar se esses dois conjuntos têm ou não igual número de elementos e, se não têm, qual é o de menor número. Com efeito, se cada assento está ocupado e ninguém está de pé, sabemos sem contar que os dois conjuntos têm igual número. Se todas as cadeiras estão ocupadas e há gente de pé na sala, sabemos sem contar que há mais pessoas que poltronas.
Esse conhecimento é possível graças a um procedimento que domina toda a matemática, e que recebeu o nome de correspondência biunívoca. Esta consiste em atribuir a cada objeto de um conjunto um objeto de outro, e continuar assim até que um ou ambos os conjuntos se esgotem.
A técnica de contagem, em muitos povos primitivos, se reduz precisamente a tais associações de idéias. Eles registram o número de suas ovelhas ou de seus soldados por meio de incisões feitas num pedaço de madeira ou por meio de pedras empilhadas. Temos uma prova desse procedimento na origem da palavra "cálculo", da palavra latina calculus, que significa pedra.

A idéia de correspondência

A correspondência biunívoca resume-se numa operação de "fazer corresponder". Pode-se dizer que a contagem se realiza fazendo corresponder a cada objeto da coleção (conjunto), um número que pertence à sucessão natural: 1,2,3...
A gente aponta para um objeto e diz: um; aponta para outro e diz: dois; e assim sucessivamente até esgotar os objetos da coleção; se o último número pronunciado for oito, dizemos que a coleção tem oito objetos e é um conjunto finito. Mas o homem de hoje, mesmo com conhecimento precário de matemática, começaria a sucessão numérica não pelo um mas por zero, e escreveria 0,1,2,3,4...
A criação de um símbolo para representar o "nada" constitui um dos atos mais audaciosos da história do pensamento. Essa criação é relativamente recente (talvez pelos primeiros séculos da era cristã) e foi devida às exigências da numeração escrita. O zero não só permite escrever mais simplesmente os números, como também efetuar as operações. Imagine o leitor - fazer uma divisão ou multiplicação em números romanos! E no entanto, antes ainda dos romanos, tinha florescido a civilização grega, onde viveram alguns dos maiores matemáticos de todos os tempos; e nossa numeração é muito posterior a todos eles.

Do relativo ao absoluto

Pareceria à primeira vista que o processo de correspondência biunívoca só pode fornecer um meio de relacionar, por comparação, dois conjuntos distintos (como o das ovelhas do rebanho e o das pedras empilhadas), sendo incapaz de criar o número no sentido absoluto da palavra. Contudo, a transição do relativo ao absoluto não é difícil.
Criando conjuntos modelos, tomados do mundo que nos rodeia, e fazendo cada um deles caracterizar um agrupamento possível, a avaliação de um dado conjunto fica reduzida à seleçào, entre os conjuntos modelos, daquele que possa ser posto em correspondência biunívoca com o conjunto dado.
Começou assim: as asas de um pássaro podiam simbolizar o número dois, as folhas de um trevo o número três, as patas do cavalo o número quatro, os dedos da mão o número cinco. Evidências de que essa poderia ser a origem dos números se encontram em vários idiomas primitivos.
É claro que uma vez criado e adotado, o número se desliga do objeto que o representava originalmente, a conexão entre os dois é esquecida e o número passa por sua vez a ser um modelo ou um símbolo. À medida que o homem foi aprendendo a servir-se cada vez mais da linguagem, o som das palavras que exprimiam os primeiros números foi substituindo as imagens para as quais foi criado. Assim os modelos concretos iniciais tomaram a forma abstrata dos nomes dos números. É impossível saber a idade dessa linguagem numérica falada, mas sem dúvida ela precedeu de vários milhões de anos a aparição da escrita.
Todos os vestígios da significação inicial das palavras que designam os números foram perdidos, com a possível excessão de cinco (que em várias línguas queria dizer mão, ou mão estendida). A explicação para isso é que, enquanto os nomes dos números se mantiveram invariáveis desde os dias de sua criação, revelando notável estabilidade e semelhança em todos os grupos linguísticos, os nomes dos objetos concretos que lhes deram nascimento sofreram uma metamorfose completa.

Palavras que representam números em algumas línguas indo-européias:

http://www.somatematica.com.br/numeros.php
Grego arcaico Latim Alemão Inglês Francês Russo
1 en unus eins one un odyn
2 duo duo zwei two deux dva
3 tri tres drei three trois tri
4 tetra quatuor vier four quatre chetyre
5 pente quinque fünf five cinq piat
6 hex sex sechs six six chest
7 hepta septem sieben seven sept sem
8 octo octo acht eight huit vosem
9 ennea novem neun nine neuf deviat
10 deca decem zehn ten dix desiat
100 hecaton centum hundert hundred cent sto
1000 xilia mille tausend thousand mille tysiatsa

Fonte: Dicionário Enciclopédico Conhecer - Abril Cultural

27 de jul de 2010

corrente elétrica

peixes mortos se movendo

 Aparentemente, o ácido dos limões entra em reação com o papel alumínio e cria uma pequena corrente elétrica.
Como os peixes estão frescos, os seus nervos ainda estão ativos na musculatura, e esta corrente faz com que seus nervos se ativem.

http://www.youtube.com/watch?v=khW3nLG_xoY&feature=player_embedded

interessante.
http://www.youtube.com/watch?v=2YZJt_Bw3eo&feature=related

3 de jul de 2010

“amaldiçoados” premios de loteria

A menina que gastou tudo em roupas, festas e silicone
Um clássico exemplo de imaturidade para lidar com dinheiro. Aos 16 anos, a adolescente Callie Rogers faturou 1,9 milhões de libras esterlinas na loteria. Hoje, seis anos depois, ela precisa trabalhar como empregada para ajudar no sustento de sua família, incluindo seus dois filhos. Explicação, ela gastou tudo em compras, viagens e baladas, além de uma turbinada na comissão de frente. Ela se separou do pai de seus filhos e tentou o suicídio por duas vezes. Aos 22 anos, ela não tem nem mais um tostão de sua antiga fortuna.
2 – A mulher que ajudou demais a sociedade
Com 52 anos de idade, a americana Janite Lee, está em bancarrota, devendo para o banco e para o cartão de crédito. Parece impossível, mas em 1993 ela era a feliz vencedora de um prêmio de 18 milhões de dólares da loteria. Com o dinheiro na mão, a descendente de coreanos começou a abrir a carteira. Doou um milhão para a Universidade de Washington, 277 mil para políticos do Partido Democrata, 30 mil para a família de um pastor evangélico da Coreia que havia falecido, foi doando, doando… e a fortuna se esvaiu. Claro que não foi só isso: ela também abriu a carteira na compra de carros e casas opulentas, além de ser viciada em jogo: chegou a perder 347 mil em cassinos em um único ano.
3 – O homem que perdeu 315 milhões em 4 anos
O maior prêmio lotérico já concedido na história foi de fabulosos 315 milhões de dólares. O vencedor foi Jack Whittaker, um americano de 55 anos, que já tinha uma ótima estabilidade financeira trabalhando no ramo da construção civil. Assim que tirou a sorte grande, sua vida deu uma virada. Para pior. Ele foi preso por dirigir alcoolizado e ameaçar o dono de um bar. Assediou uma mulher em um “cachorródromo” (local onde se aposta em corridas de cães). E começou a perder dinheiro. Ladrões levaram 545 mil dólares de seu caro quando ele estava em uma boate de strip tease, levaram mais 200 mil em outra ocasião, sempre em dinheiro vivo. Whittaker foi processado por uma empresa ao passar cheques sem fundo para um cassino, no valor de 1,5 milhões de dólares, a fim de encobrir suas perdas no jogo. Mas a destruição de sua vida estava só começando. Sua mulher pediu o divórcio, sua neta e o namorado dela morreram de overdose meses depois, sua filha – mãe da neta já falecida – morreria pouco tempo depois por causas ainda não esclarecidas. Hoje, ele está sem família e sem sua escandalosa fortuna. Se serve de consolo, ele também praticou o bem com o dinheiro. Doou 1o milhões para associações cristãs de caridade, e com 14 milhões criou a “Jack Whittaker Foundantion”, uma ONG destinada a ajudar necessitados de West Virginia, estado onde mora.
4 – O maquinista que faliu em 4 anos como vendedor de carros
Quando ganhou um milhão de dólares em uma loteria de Michigan, no norte dos EUA, Ken Proxmire mudou-se com seus irmãos para a Califórnia e se estabeleceu no negócio de carros. Em apenas quatro anos, erros nos negócios e fora deles – segundo um de seus filhos, “ele queria cuidar de todo mundo” – levaram o empreendimento de Ken à falência. Ele agora teve que renunciar à vida luxuosa, caronas em helicópteros e limusines, e trabalha novamente como maquinista, seu emprego original.
5 – A mulher que foi dos cassinos para o trailer
Quando ganhou na loteria, em 1985, a americana Evelyn Adams parecia ter ajeitado sua vida para sempre. Mas não era tudo. Apenas um ano depois, ela conseguiu algo raríssimo: ganhou na loteria de novo. Somados, seus prêmios davam 4 milhões de dólares. Mais uma vez, no entanto, o anjo negro dos cassinos acabaria por corroer a fortuna. Evelyn era uma viciada em jogo, passatempo que a deixou, vinte anos depois, vivendo em condições miseráveis, num trailer no estado de New Jersey.
6 – O vencedor assassinado pela cunhada
O ano de 1986 foi uma virada na vida de Jeffrey Dampier, que faturou 20 milhões de dólares em Illinois (EUA). Generoso, começou a distribuir presentes, como carros e casas, para seus parentes. Mesmo com seu leque de doações se estendendo para parentes não tão próximos, alguém na sua família não achou suficiente. Quase vinte anos depois de ganhar o prêmio, a cunhada de Dampier, junto com o namorado dela, seqüestraram o ex-vencedor do prêmio. Acabaram matando Jeffrey com um tiro na cabeça, foram pegos pela polícia e cumprem prisão perpétua.
7 – A mulher que “não soube como ganhar” na loteria
Essa americana explorou uma opção diferente de receber seu dinheiro. Enquanto quase todo mundo pega sua bolada de uma vez só, Suzanne Mullins preferiu dividir o recebimento do seu prêmio de 4.2 milhões em 20 vezes. Parecia sensato, mas Mullins não soube administrar. De algum jeito, ela conseguiu ficar devendo para o banco, e ainda está em dívidas com credores, mesmo não cometendo nenhuma extravagância aparente. Segundo ela, o rombo nas contas é devido a despesas médicas do seu genro, que ultrapassariam um milhão de dólares.
8 – O homem que não sabia dizer não
Quando arrematou um prêmio de 31 milhões de dólares em 1997, a vida do pastor pentecostal Billy Bob Harrell, do Texas (EUA), mudou para melhor. Ele comprou seis casas, alguns carros, mas mesmo assim parecia ter controle sobre o dinheiro. Seu fraco era a excessiva generosidade. Billy Bob emprestava dinheiro a todos que pediam, e diante dessa falta de pulso firme, poucos pagaram a dívida. Billy Bob acabou indo á falência, perdeu a mulher e acabou cometendo suicídio.
9 – O homem que começou e acabou como lixeiro
Antes de 2002, o britânico Michael Carroll era um varredor de rua com um salário baixo, 42 libras esterlinas por semana. Quando ganhou um prêmio de 9,7 milhões de libras, prontamente presenteou os parentes com casas e carros. E começou a aproveitar a vida: gastou com cocaína (que consumia 2.000 de seus bolsos diariamente), festas (sediadas em sua casa de 325.000), cães e cavalos (os gastos com os animais superaram um milhão de libras) e o Glasgow Rangers, seu time de futebol (que recebeu uma doação de um milhão). Diante desses seguidos abusos financeiros, sua mulher pediu divórcio. Michael não se abalou: passou a se saciar com, no mínimo, quatro prostitutas por dia. Ao longo de oito anos, foram mais de 2.000 garotas de programa, que consumiram outras 100 mil libras. No final, vendeu seu carro luxuoso e sua mansão para continuar sustentando seus vícios. Agora, sem um tostão, ele voltou para seu antigo emprego de lixeiro, e seu modesto salário.
10 – A mulher que gastou durante 50 anos para acabar mais pobre que antes
Essa é antiga: em 1961, a britânica Vivian Nicholson ganhou um prêmio com valor equivalente a 3 milhões de libras atualmente. Quando perguntada sobre o que ia fazer com dinheiro, ela disse: “Vou gastar, gastar e gastar”. Vivian seguiu sua promessa à risca. Sua vida se tornou uma aventura: enviuvou de seu marido e acabaria se casando mais cinco vezes, sofreu um derrame, foi internada devido ao alcoolismo, foi deportada da ilha de Malta, tornou-se testemunha de Jeová, passou um tempo em um hospício e chegou a tentar o suicídio. Quanto ao dinheiro, foi se esvaindo ao longo de anos de gastos exagerados com roupas carros e viagens em férias. Hoje ela é idosa, aposentada, e vive com uma pensão semanal de 87 libras. [Oddee]
Freebies - Amostras Grátis - Coisas Free
Marcas eu recomendo
oráculos on-line
Dicas parágrafo blog
turismo e historia
Fale Mais
Vagas de Emprego
futebol
Promoções e BRINDES
BRINDES amostras grátis
faca Você Mesmo

2 de mai de 2010

domínio “.xxx”

Depois de vários anos parada, a ideia de criação de um domínio dirigido a sites que contêm conteúdos voltados para maiores de idade, como vídeos pornográficos, voltou a ser debatida.
A proposta de criar o domínio “.xxx” surgiu em 2003, quando a Corporação para Atribuição de Nomes e Números na Internet – ICANN – decidiu ampliar seu número de domínios, mas foi descartada há três anos por este organismo. Os motivos foram as fortes pressões e ameaças da administração do ex-presidente americano George W. Bush para que o “.xxx” não ganhasse vida na Internet.
Porém no último mês de fevereiro, uma reunião de especialistas do Centro Internacional para Resolução de Disputas – ICDR – decidiu que a ideia deveria, pelo menos, ser revista e reconsiderada.
Uma nova reunião do ICANN, visando decidir liberar o registro de domínios “.xxx” para páginas pornôs, está prevista para acontecer no final de junho, em Bruxelas, na Bélgica.

22 de abr de 2010

Estrela mais próxima da Terra

Quando você olhar para o céu a noite, você vê milhares de estrelas brilhantes como a luz que deixou os anos, termina sua viagem e chega a seus olhos. Cada uma dessas estrelas é comparável em tamanho ao nosso Sol com algumas sequer ter sistemas planetários cercar-los. Um não pode ajudar, mas pergunto qual é a estrela mais próxima da Terra que não o sol. Todas as estrelas que você vê pertencem à nossa própria galáxia Via Láctea, que é uma ilha de matéria e energia no imenso vazio do espaço. Que uma entre estes milhares de estrelas é a estrela mais próxima de nós? Para descobrir, manter a leitura em como eu revelar que é a estrela mais próxima da Terra, caso você esteja planejando um destino para viagens interestelares!

Estrela mais próxima da Terra que não o Sol - Proxima Centauri

A estrela mais próxima da Terra, com a óbvia exceção do Sol, é a estrela "Proxima Centauri. Se você está se perguntando o quão longe é a estrela mais próxima da Terra, em seguida, para responder a essa pergunta, nossas unidades terrestres de quilômetros seria inadequada. Stellar distâncias são medidas em anos-luz. Um ano-luz é a distância percorrida por um raio de luz durante um ano Earth (para o registro, nada viaja mais rápido que a luz). Então, se você calcula multiplicando a velocidade da luz metros por segundo (cerca de 3 x 108 m / s) do total de segundos em um ano, um ano-luz acaba por ser de 10 trilhões de quilômetros, ou seja, 1016 metros!

Então, voltando ao ponto, a estrela mais próxima da Terra, Proxima Centauri é de cerca de 4,243 anos luz ou 3,97 x 1013 km! Isso é zeros demais! Assim, um raio de luz saindo Proxima Centauri terá 4,243 anos Earth para chegar até nós! Outra maneira de obter uma idéia sobre a distância é compará-lo com o fato de que a luz do Sol leva apenas 8,3 minutos! Isso faz é 270.000 vezes mais distante do que dom.

Acertadamente chamado com o prefixo 'Proxima", Significando" mais próximo ", em latim, foi descoberto por Robert Innes, olhando para ele do Observatório da União, em Joanesburgo, África do Sul em 1915.

Para localizar Proxima Centauri, você primeiro deve localizar a constelação Centaurus, em que se encontra. Dois fatos interessantes sobre a Proxima Centauri é que ela é uma "Red Dwarf Star 'e também uma estrela de brilho, possuindo massa, que é um dos oito que nosso sol. É mais frias na superfície de nosso Sol (com uma temperatura de cerca de 4000 Kelvin) e ainda está na fase de seqüência principal evolução das estrelas. Apesar de sua menor massa do Sol, sua densidade é 40 vezes mais! A razão é chamado de "Flare Star 'é o seu brilho volátil que continua crescente e minguante com a atividade de seu campo magnético. Nenhum planetas foram descobertos que orbitam tão longe. Também a sua natureza, sendo que de uma estrela de brilho, em grande medida exclui a possibilidade de vida em resultado de eventuais planetas ao seu redor. Leia mais sobre astronomia estrelas.

O astro é suspeito de ser gravitacionalmente ligado à Alpha Centauri (Twin Star), sistema que é de cerca de 0,21 anos-luz de distância. Em cerca de 26.700 anos no futuro, Proxima Centauri virá ainda mais perto com apenas 3,11 anos-luz da Terra e depois ir embora.

A segunda estrela mais próxima da Terra que não é dom Alpha Centauri. Como mencionado antes, é uma estrela binária (duas estrelas que giram em torno uns dos outros) e está localizado a uma distância de 4,37 anos-luz. Isso torna o sistema de estrelas duplas para ser o segundo mais próximo à Terra e ao destino mais próxima segunda fro viagem interestelar! É a estrela mais brilhante da constelação do Centauro e do terceiro objeto mais brilhante no céu noturno.

15 de abr de 2010

scooters máquinas Japoneses

User-agent: Mediapartners-Google*
Disallow:

Japoneses transformam tradicionais scooters em verdadeiras máquinas de 2 rodas

Você já deve ter notado como as cidades estão repletas de scooters (também chamadas de lambretas). Elas surgiram como alternativa para enfrentar o trânsito caótico das metrópoles e, sobretudo, pelo seu apelo comercial.
No Japão, as scooters fazem tanto sucesso que algumas pessoas desenvolveram o hábito de customizá-las, transformando-as praticamente num outro veículo. Duvida? Confira as fotos a seguir.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Recent Posts

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs

Marcadores

Postagens mais visitadas

+ procurados

Apple anunciou nesta terça-feira que mais de 3 bilhões de downloads Buscas pelo Air France 447 assumem nova estratégia Entidades se unem em Ubatuba para comemorar o Dia do Meio Ambiente Bloqueio de números de telefone Carros do Google Street View chegam a SP e RJ Esqueleto-robô dá força sobre-humana a soldados Bitucas de Cigarro viram Adubo Como fazer um gerador de energia solar Aplicativo de iPhone funciona como antiacne celular descartavel carros híbridos mais eficientes blackberry Melhores aplicativos empresas mais lembradas pelas pessoas Impressora que não precisa de tinta ou papel fixo para fixo gratis 5 minutos e o fim dos shoppings center Lentes de contato de células-tronco curam cegueira com menos de 2 horas no hospital Coisas que você não sabia do seu corpo Como é feito o plástico estes alimentos podem prolongar sua vida MP3 Player Philips Activia mantém ritmo de corrida 1 bilhão de aplicações Hacker ensina a desbloquear o PS3 Windows e processador Atom fazem robô andar iPad de 16 GB custará US$ 499 Lenovo anuncia smartbook com Snapdragon Fumaça Colorida Google lança celular Nexus One Rival Palm do iPhone recebe avaliações positivas Superbot: O Transformer da vida real mande um torpedo gratis Samsung também aposta no Atom N450 melhores celulares do mundo Invenções malucas TeleJogo - O primeiro vide-game Brasileiro MP3 players dirigir com a sua língua: Mimi Switch animais utilizados na guerra Óculos para esqui vêm com câmera de 5 MP embutida Apple anunciou nesta terça-feira que animal deaths FEBRE AMARELA Lista dos Famosos Inventores fatos cientificos Quem inventou o papel grindhouse gueera 1º Video Game do Mundo Charadas Matemáticas O lançador de granadas XM-25 vida sintética até o final de 2010 jãpão já está à venda seu pé é o melhor tenis o smartphone do Google peliculas de guerra exploração Bots SAUDE dicas orange a laranja irritante perguntas mais difíceis de responder Envie torpedos de graça Guia de Herpetofauna Medidas para controlar o mau hálito Nexus One laguerra piramide alimentar (food pyramid) um chupão pode te paralisar Primeiro homem curado da AIDS Sandália de papelão marte água LICENÇA DE PESCA Motorola Xoom Novo Signo Descobertogueera motorola atrix super-8 um chupão po Evite ser traido programas do governo rec6 tatuagens 3D tratamento calvice carteira de motorista gratis tutorial